• Santuário Santa Rita de Cássia
  • Notícias Gerais
     
     
    06.Abr - Papa aos filipinos: a fé sempre os reergue, não obstante o sofrimento

    Michele Raviart


    “Generoso, numeroso, um povo que sabe celebrar a sua fé”: assim, Francisco definiu os fiéis das Filipinas, em uma videomensagem pelos 500 anos de evangelização do arquipélago asiático. O Pontífice recordou o último encontro da sua Viagem Apostólica ao país, em 2015, que contou com a presença de quase sete milhões de pessoas.


    Ação de Graças a Deus


    Partindo do tema das celebrações deste Jubileu em todo o país, "Dar de graça o que de graça receberam", extraído do Evangelho de Mateus, o Santo Padre convida o povo filipino a "agradecer a Deus pelo dom da fé”. Por sua vez, agradece a todos “pelo testemunho da sua firmeza e confiança em Deus, que nunca os abandona”, assim como “pela sua paciência e perseverança em continuar no seu caminho, apesar das dificuldades”.


    Transmitir a fé às novas gerações


    Francisco expressa seu agradecimento por meio de três imagens, que caracterizam as profundas raízes cristãs das Filipinas: Nazaré, a Cruz e Pentecostes. Como Maria e José, que educaram com amor o Menino Jesus em Nazaré, "assim vocês, ao abrir as portas de suas famílias ao Santo Niño", símbolo da chegada do cristianismo às Filipinas, "também poderão transmitir aos seus filhos a fé que receberam de seus pais":





    “Obrigado por este profundo sentido de família e de comunidade fraterna, que os mantêm unidos e firmes na fé, alegres na esperança e solícitos na caridade.”





    Carregar a cruz


    Para Francisco, os pastores e os fiéis, - o “Povo de Deus peregrino nas Filipinas”, - são aqueles que sabem acompanhar Jesus no caminho da Cruz, como Simão Cireneu:





    “Quantos momentos difíceis vocês passaram! Penso, sobretudo, nestes anos de preparação imediata ao Jubileu: terremotos, tufões, erupções vulcânicas e a pandemia do Covid-19. Porém, apesar da dor e da devastação, vocês foram capazes de carregar a cruz e continuar a caminhar. Vocês sofreram muito, mas sempre souberam se levantar de novo.”





    Maria nunca nos abandona


    A última imagem expressa no agradecimento de Francisco é a de Pentecostes, representada pela da figura de Maria, que sempre esteve ao lado de Jesus: em Nazaré, aos pés da Cruz e quando o Espírito Santo desceu sobre os Apóstolos no Cenáculo para enviá-los a anunciar o Evangelho ao mundo. “Maria está sempre com todos vocês! Ela é a Mãe que nunca os abandona e os acompanhou até aqui". A Ela o Papa pede para “interceder neste novo Pentecostes da Igreja nas Filipinas".


    Dar e receber Jesus gratuitamente


    Francisco diz ser “testemunha da fé do povo filipino” que a sabe transmitir bem, tanto na sua Pátria como no Exterior”. Trata-se de um “desejo de evangelizar, de levar aos outros a esperança e a alegria do Evangelho”. Esta missão não pode ser realizada só por vocês, mas com a ajuda de dois grandes Santos daquelas terras: São Pedro Calungsod e São Lourenço Ruiz. “Dois Santos catequistas”, afirma o Papa, “que souberam dar de graça o que de graça receberam: a vida e a fé em Jesus!”.


    Fonte: Vatican News

    Indique a um amigo
     
     
    Contato
  • Santuário Santa Rita de Cássia


    Rua Padre Dehon, 728 Hauer – Curitiba/PR
  • (41) 3276-2075; (41) 3278-6557 ou (41) 98778-1840
  • santuariodasrosasctba@hotmail.com
  • instagram twitter
     
    Patrocinadores
     

    Copyright © 2021 Santuário Santa Rita de Cássia. Todos os direitos reservados.